ateliê de in(ter)venções urbanas
2016 - hoje

O ateliê de in(ter)venções urbanas é uma pesquisa artística iniciada em 2016. Trata-se de in(ter)venções individuais ou em grupo nas quais o espaço público é apropriado e a partir delas se propõem outras experiências sensíveis perturbando a imagem tranquilizadora e pacificadora do espaço público espetacularizado.

São experimentações artísticas - geralmente performances urbanas, instalações, lambes, vídeos, entre outras - que partem dos seguintes disparadores conceituais: (1) eu comigo, (2) eu com o outro, e (3) eu com os outros. A montagem, organização e apresentação de experimentos teóricos, práticos e conceituais acontecem tendo como laboratório a cidade.

in(ter)venções urbanas como campo relacional entre corpo e cidade

 

O ateliê de in(ter)venções urbanas iniciou-se como um exercício de leitura do espaço da cidade junto à uma disciplina de projeto arquitetônico do curso de graduação em arquitetura e urbanismo da UFSC. Logo após, a ideia ganhou uma disciplina na pós graduação em arquitetura e urbanismo da UFSC. Embora vinculado à essas disciplinas da graduação e pós-graduação, as in(ter)venções extrapolam esse território acadêmico e tornam-se um campo fértil de pesquisa, ampliação e contágio entre arquitetura, corpo e cidade.

Clique e assista a alguns dos vídeos produzidos nesses exercícios.

trabalhos desenvolvidos
clique para saber mais

(com)posições urbanas
geodésico caminhar pela cidade